terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

O MENINO E O SÁBIO.



O MENINO E O SÁBIO


História contada pelo Swami Tilak em sua última visita ao Brasil, em 1983, e publicada na Revista Thot, nº 53, 1990.

Certa feita, um menino quis desafiar um sábio que passava pela sua aldeia. Com um
passarinho preso nas suas mãos, aproximou-se dele e perguntou:
— Tenho um pássaro entre as mãos. O senhor sabe se ele está vivo ou se está morto?
Obviamente a pergunta era maldosa, pois se o sábio respondesse que o pássaro
estava vivo, o menino pretendia esmagá-lo; se respondesse que morto, abriria suas
mãos e o deixaria voar. Contudo, a esperteza do menino sequer desconfiou da
extensão dos horizontes da sabedoria, ficando perplexo ante a resposta do venerável
homem.
— Isso depende apenas de você, meu filho.

 A decisão de fazer o bem ou o mal cabe a nós decidir, porém ,devemos
 estar cientes das consequências que nossas decisões nos traz..
As consequências chegam, mesmo que tardias, mas elas chegam, pois tudo que
plantamos
um dia colheremos, pois isso não devemos hesitar em fazer o bem sempre, sem cessar,
para que nossa colheita seja de bons frutos, boas ações, boas recompensas.
Que possamos refletir sobre nossas atitudes, nossos pensamentos, nossas intenções e
caso sejam ruins, que possamos repará-los para que possamos colher bons frutos em
todo o tempo.

E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos.  Gálatas 6:9