sexta-feira, 30 de junho de 2017

Temos que perdoar 70x7....

Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: "Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?" Jesus respondeu: "Eu digo a você: Não até sete, mas até setenta vezes sete. Mateus 18:21-22


Não é nada fácil liberar o perdão para alguém que nos feriu, nos magoou ou até mesmo pedir perdão para alguém de algo que fizemos ou que as vezes nem foi nossa culpa... Mas a Biblia é muito clara nesse versículo não é mesmo? Não devemos perdoar apenas sete vezes, mas setenta vezes sete.

Já ouvi diversas pessoas dizendo que já perdoaram fulano ou ciclano, porém não liga, não fala com a pessoa, não vai ao encontro se a outra não vier, ou seja, perdoou, mas não chega perto e nem dirige a palavra. É como dizem: te perdoo mas não olha na minha cara, ou te perdoo mas não fala mais comigo... Conheço diversas pessoas nessas situações. E essas atitudes é o mesmo que nunca ter praticado o perdão, porque não tem valor para Deus. 

Quando se decide perdoar alguém ou pedir perdão, deve ser feito de todo o coração. Não estou dizendo que quando se perdoa, sou obrigada por exemplo a "virar" amiga da pessoa, ou frequentar sua casa, mas a presença dessa pessoa em qualquer ambiente não me causa mais dor, então não me incomodo se ela está ou não no mesmo ambiente que eu... Quando se perdoa da boca pra fora, só de saber que a pessoa estará lá já invento uma desculpa para não ir, para não estar presente no mesmo lugar que ela... Isso prova que não tomei a decisão de perdoar de todo o meu coração.

Quando Jesus morreu na cruz por nós, Ele não fez isso e se arrependeu depois, nos esqueceu e por isso nos ignora, mas fez de todo Seu coração, e, seja lá qual for a situação está conosco, nos ajudando, consolando, ouvindo, transmitindo nossas petições a Deus...

Não é nada fácil perdoar ou pedir perdão, mas essa atitude me faz dormir tranquila hoje sabiam? Quando era adolescente, eu saia muito, não era convertida, então ia nas baladas, e meus pais (já de idade) ficavam me esperando, preocupados comigo (mesmo sabendo com quem eu estava e onde eu estava), pois sempre dava satisfações a eles, em especial minha mãe, e, entre essas atitudes e outras, eu,  um dia, quando já sabia a respeito do perdão, eu pedi perdão a eles por tudo que um dia havia feito que os tivesse ferido, magoado, chateado, e, eles me perdoaram, e, senti que foi de coração da parte dos dois. 

Em 2003 perdi minha mãezinha em maio e em dezembro, meu paizinho... Quando isso aconteceu parece que passou um filme em minha mente de tudo que havia feito, mas me lembrei que havia pedido perdão (e olha que essas coisas das quais me lembrei não eram coisas tão graves, mas tipo coisas que adolescentes fazem, como responder com grosseria, chegar tarde em casa, ser manhosa e mimada, essas coisas).... Mas mesmo sendo assim, me lembrei. Agora, imaginem se fossem situações mais graves ou se não tivesse pedido perdão, como estaria minha consciência hoje? Por isso, se sentir que errou, peça perdão hoje, mesmo que por telefone, carta, e-mail, redes sociais, não importa, mas faça hoje porque o amanhã pode não chegar....