quinta-feira, 6 de julho de 2017

A boca fala do que o coração está cheio...



Raça de víboras, como podem vocês, que são maus, dizer coisas boas? Pois a boca fala do que está cheio o coração. Mateus 12:34

 Esse versículo é perfeito amados... As vezes acho que a maior luta do ser humano é lidar com o que está dentro de seu próprio coração. As vezes dizemos que não guardamos mágoas, que não guardamos rancor, mas quando temos uma brechinha começamos a "vomitar" todos os sentimentos escondidos dentro do nosso coração, e, é por isso que nossa boca fala do que nosso coração está cheio. Se nosso coração estivesse cheio de alegrias, bons sentimentos, não falaríamos mal demais de alguma pessoa, ou não falaríamos assim que surgisse uma brecha sobre as preocupações com as contas, ou mágoas, entre outros sentimentos que tiram nossa paz.
Quando estamos na igreja, ou entre pessoas que não são da nossa família e os tratamos com amor, carinho, dedicação e, ao chegar em casa tratamos nossos entes queridos com rispidez, desrespeito, gritaria e ofensas, esse é o meu verdadeiro eu, e não o que demonstrei fora do meu lar.  Deus conhece nosso coração, o que está no fundo e no oculto do nosso coração e não adianta nos escondermos embaixo de boas caras e bocas, porque não adianta mostrarmos uma pessoa fora de casa e em casa gritarmos com nossos filhos, desrespeitar nosso marido, falar palavrões, entre outras atitudes. Quando fazemos isso, estamos falando do que nosso coração está cheio.

Temos que encher nosso coração de amor, de alegria amados, de compaixão para com as pessoas ao nosso redor. É tão bom isso!!! Quando preenchemos nosso coração com amor tudo flui porque onde há amor não existe lugar para ódio, rancor, mágoas, então o coração transborda paz, alegria.... É tão gostoso quando encontramos com alguém que só fala palavras de vitória, de amor, mesmo que sua vida esteja um caco, esteja de pernas para o ar, ela não deixa entrar nada ruim em seu coração, então, quando fala transborda paz, amor, confiança em Deus... 
Já aconteceu comigo de estar na rua conversando com as pessoas com calma, paciência, embora a cabeça e o coração estivesse cheio de preocupações, e, ao chegar em casa descontar tudo na minha filha gritando, e, depois vir o arrependimento. Isso é horrível!!! É um sentimento terrível de arrependimento, de revolta comigo mesma.... E as palavras por mais que pedimos perdão, ficam, marcam, e, muitas vezes de forma negativa. Foi um processo para aprender e colocar em prática e não agir dessa forma. Temos que pedir a Deus sabedoria, e, que Ele transforme esses sentimentos ruins em sentimentos bons. Vale a pena o esforço amados....
Que Deus fale mais ao seu coração.