quarta-feira, 17 de agosto de 2016

10 mandamentos da Família: 10º mandamento


10º Mandamento: Pratiquem a fé para a salvação dos seus


O que diferencia o justo do ímpio é a fé (Malaquias 3:18). Segundo o dicionário, diferença significa falta de semelhança, mas, se clocarmos pessoas que creem e as que não creem juntas, perceberemos que são todas semelhantes, pois têm as mesmas necessidades, sentem fome, frio, calor e tem sentimentos. Porem, a reação delas diante dos problemas será diferente. O homem natural será guiado pelo que seus olhos veem, enquanto aquele que crê, pela fé: Mas o justo viverá da fé; e, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. (Hebreus 10:38).

A fé é a certeza do que se espera (Hebreus 11:1), e isto nos faz ter esperança mesmo quando ninguém mais acredita. Quando o apóstolo Paulo foi levado em um barco como prisioneiro, e essa embarcação enfrentou uma grande tempestade, todos perderam a esperança de sobreviver. E caindo sobre nós uma não pequena tempestade, fugiu-nos toda a esperança de nos salvarmos. (Atos 27:26). No entanto, Paulo buscou o Pai Celeste em sua angustia, e o Senhor Se revelou a ele, dizendo: Paulo, não temas! Importa que sejas apresentado a Cesar, e eis que Deus te deu todos quantos navegam contigo (versículo 24). Glória a Deus! Mas agora veremos a diferença, pois, enquanto todos tinham perdido a esperança, Paulo ousou acreditar: Portanto, ó varões, tende bom ânimo! Porque creio em Deus que há de acontecer assim como a mim me foi dito (versículo 25).

Do banco, ao olhar ao redor, só se via água. Contudo, Paulo enxergava o que os olhos naturais não enxergam: o porto seguro preparado por Deus por meio do qual todos seriam salvos.

"Porque, em esperança, somos salvos. Ora, a esperança que se vê não é esperança; porque o que alguém vê, como o esperará?" Romanos 8:24

Quando olhamos para a família em crise, para os problemas econômicos do país, ou qualquer outro problema, sem esperança (fé), é desesperador. Todavia, ao recebermos a Palavra de Deus, como Paulo recebeu, e se nela nos estabelecermos, venceremos em Nome de Jesus!

Quando os 276 náufragos chegaram à Ilha de Malta, estavam com frio, fome e apenas com a roupa do corpo, mas vivos. O Senhor, então, enviou os nativos daquele lugar para recebê-los. Lá, os moradores dai lha fizeram uma fogueira para aquecê-los. Em tudo vemos o cuidado de Deus, pois o Senhor está entre os que nos ajudam (Samos 118:7). Dessa mesma forma, Ele está fazendo agora com você, ajudando-o a tirar os olhos dos problemas e a não perder a esperança no milagre que está para acontecer em sua família.

Na continuação dos acontecimentos narrados em Atos 28, vemos que Paulo foi buscar lenha para manter a fogueira acesa e foi picado por uma cobra. Um novo desafio surge, e todos achavam que ele morreria nas horas seguintes a esse infortúnio. Entretanto, vendo (Atos 28:6) que ele não morreu, mudaram o parecer. Quem é guiado por vista vive esses altos e baixos: "Ah, agora ele melhorou! Está curado!" Ou diz: "Ah, ele piorou. O que está acontecendo, meu Deus?" Entende?

POrém, quem anda por fé como Paulo fez, o qual sacudiu a serpente do fogo, ela o deixou, e o veneno não lhe causou danos; melhor ainda: a mão que havia sido ferida foi a que Deus usou para curar vários que estavam doentes naquela ilha.

Creia: se o inimigo feriu você, o Senhor quer curá-lo e, ainda, usá-lo para curar outros, pois, com a consolação com que for consolado, você consolará outros:

"Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em algum tribulação, com a consolação que nós mesmos somos consolados de Deus." II Corintios 1:4.

Mostre a diferença, viva pela fé!

Acréscimos:

  • Pensar com fé
  • Falar com fé
  • Agir com fé

Autoria: IIGD ( Igreja Internacional da Graça de Deus)